terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Uma máquina de pinball ou um instrumento de design?

     Esse foi um dos projetos mais incríveis que conheci no Pixel Show e que merece congratulações. O projeto é do holandês Sam Van Doorn.
     Van Doorn tinha uma máquina de pinball da década de 1970 e, para concluir o curso de Design Gráfico na universidade, transformou-a em um instrumento de design. Aí, você poderia me perguntar: “Como ele fez isso?” – Pois é! – Através de ligações, adaptações, muita análise e aperfeiçoamento, determinou que a bola do jogo seria o pincel. No tablado da máquina tinha uma folha de papel em branco e a bola, ou seja, o pincel, criaria algo no papel à medida que deslizasse pelos obstáculos da mesa.
     Segundo a Revista Zupi, “Para esse artista, construir as próprias ferramentas de design inspira a liberdade nos resultados, por eles serem inesperados. Na qualidade de artista “manual”, Sam prefere ir direto ao processo de produção e trabalhar espontaneamente em vez de aperfeiçoar o trabalho em sua mente antes de colocá-lo em prática”.
     Gostei bastante da ideia, achei ousada e uma ótima maneira de fazer algo fora do computador. Vejam o resultado da “invenção” de Sam através das imagens abaixo e acesse o portfólio dele para ver o tanto de imagens que ele já reproduziu através do projeto criado a partir da mesa de pinball.