sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

NUM ESTALAR DE DEDOS

Um filho pode ser feito...
Uma unha pode ser quebrada...
Uma fruta pode cair da árvore...
Uma pilha de papéis pode despencar...
Um tiro pode ser disparado...
Uma vida pode ser tirada...
Uma luz pode ser apagada...
Uma ideia pode salvar o dia...
Um apagão pode salvar a noite...
Um beijo pode ser roubado...
Um espinho pode ser tirado...
Uma caneta pode cair no chão...
Um vidro pode rachar...
Uma mão pode ajudar...
Um abraço pode ser a solução...
Um sorriso...Ah o sorriso...esse sim pode ser a razão...
De tudo...do nada...daquilo...disso...do começo...do fim.