segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

ONTEM EU SENTEI NA CALÇADA LÁ DE CASA

Ontem eu sentei na calçada lá de casa. Fazia anos que eu não fazia isso. Eram 5 horas da tarde.
Foi demais. Eu estava de shorts estampados e camiseta estampada e com uma havaianas no pé.
Eu tirei minhas havaianas e senti o asfalto quente e deitei na minha calçada. Ela estava quente e eu logo me levantei.
Passou o sr. Paulo de bicicleta, vi a Maria com o Matheus no colo e o Joaquim se molhando com a mangueira.
Aí olhei pra cima. Vi um pardal no fio do poste e ao lado dele um rolo de pipa.
Fiquei ali sentada mais ou menos 10 minutos e me senti maravilhosamente bem.
Relembrei meus dias de criança que sentava lá todas as noites esperando a criançada da vizinhança sair pra brincar. Sentava lá pra esperar meu pai chegar do trabalho.
Sentava lá na véspera do natal pra ver estrela cadente.
Sentava lá pra jogar conversa fora.
Sentava lá pra tocar violão.
E quando me vi de novo vivendo isso, foi um enorme prazer. Foi lindo!