quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

TEM DIAS QUE TENHO RAIVA

Tenho raiva de existir...tenho raiva de ser como sou e de como as pessoas são...tenho raiva daquele cara do trabalho, daquele que entrou na vaga do estacionamento primeiro do que eu, daquele que fez um comentário desnecessário em uma hora mais desnecessária ainda...affff...
Tem dias que tenho tanta raiva que parece que vou começar a explodir de baixo pra cima...como se os pés começassem a explodir e terminasse com o golpe final na cabeça...é estranho...mas tem dias que tenho raiva assim...
Raiva da sombra que está do lado esquerdo mas que eu gostaria que ela estivesse do lado direito...raiva do calor...raiva do frio...raiva da dor...raiva da falta de amor...do mundo...da guerra...da corrupção...da desilusão...do terremoto lá do outro lado do mundo por causa das benditas placas tectônicas...do músico que desafina...da rotina...do cheio...do vazio...da raiva...