quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Daniel Pimenta e sua arte de comunicar

Quem não conhece o Daniel está perdendo a oportunidade de conhecer um cara bacana, inteligente e muito, mais muito gente boa!
Conheci o Daniel há pouco mais de 1 ano quando entrei na minha atual agência, porém, o que ele não sabe é que quando entrei no Linkedin pra saber sobre os profissionais da agência para onde eu estava indo, vi ele e suas qualificações. Fiquei mais animada ainda para enfrentar essa nova empreitada profissional ao lado de um cara que já tinha feito tanta coisa em sua carreira.
Aqui para o Coisas de Karol com K, o Daniel vai falar mais especificamente sobre seu livro: "Como Ingressar no Mercado Publicitário" mas esse é só um dos trabalhos dele. Ele tem 42 anos, é publicitário e professor, já trabalhou em várias agências e têm muitos amigos na área. O Daniel é aquele tipo de pessoa que você conversa sobre tudo, que é sério, que preza a família, que sabe o verdadeiro valor da vida, que é honesto e humilde pra admitir que embora já saiba muito, há sempre mais o que aprender.
Quando fiz o convite de entrevistá-lo aqui para o Coisas de Karol com K ele nem pestanejou, aceitou na mesma hora e deu um show de conhecimento e clareza.

Vamos começar?

Coisas: Há quanto tempo você está no mercado publicitário?
Daniel: Há 18 anos.

Coisas: Quando foi que você teve a ideia de escrever um livro e o que te inspirou?
Daniel: Após apresentar palestras sobre como ingressar no mercado publicitário para faculdades de Ribeirão Preto, percebi que tinha conteúdo para escrever um livro, em 2008. Era evidente a interrogação diante dos olhos de cada aluno, em dúvida de como começar a carreira.  



Coisas: Quais as dificuldades que você enfrentou para escrever e publicar o seu livro?
Daniel: Realmente, as dificuldades dividem-se em duas etapas distintas: escrever e publicar. Na redação, os desafios foram de colher informações verídicas sobre o mercado publicitário. Por isto, visitei agências de publicidade de várias cidades, empresas de comunicação visual, gráficas, estamparias etc. Também relatei estatísticas de mercado, o fluxograma das agências, dicas de criação em redação e arte, além de orientações voltadas para entrevista de emprego, portfólio e currículo. Procurei redigir sempre da maneira mais clara possível. Na etapa da publicação, a maior dificuldade foi encontrar uma editora que acreditasse no potencial do livro. A editora Difusão, após um período extenso e rigoroso de análise, aceitou. O processo de pré-publicação foi bem minucioso, desde a diagramação, autorização do uso de imagens, correções e até a elaboração da capa. O livro foi lançado em 2012, juntamente com a editora Senac-Rio, que considerou o negócio viável e comercializou todos exemplares.

Coisas: Qual foi sua principal motivação para escrever um livro que pudesse ajudar tantos estudantes e profissionais a ingressarem no mercado publicitário?
Daniel: Minha principal motivação foi ajudar. Os alunos ficam muito perdidos com a questão de início na área publicitária. Desconhecem o que é realmente importante. Achei que o livro seria uma forma de esclarecer os pontos mais relevantes. A editora Difusão detectou que não havia sido lançado nenhum livro que abordasse este assunto com tanta lucidez, o que eu já suspeitava. Denominou-se como ineditismo. 



Coisas: O que é a escrita para você? E a publicidade?
Daniel: A escrita é uma nobre forma de expressão. Ela pode dizer muito sobre as pessoas, de acordo com a maneira que redige. Uma vez li uma frase: escrever mostra o que você pensa. Escrever bem mostra que você pensa bem. Devemos sempre escrever pensando em quem vai ler.
A publicidade é a área profissional que identifico minhas principais aptidões culturais: a arte, a redação e a música. Mas para torná-las “vendáveis” há regras para comunicar estas formas de cultura. Uma pintura colorimos no Photoshop. Uma redação vira texto publicitário criativo. Uma música transforma-se em jingle. 

Coisas: Você se considera um profissional realizado? Por quê?
Daniel: Não me considero realizado porque ainda quero aprender e crescer mais. Apesar de eu reconhecer muitas conquistas na minha carreira, acho estimulante acreditar que posso ser melhor a cada dia.

Coisas:Você considera o mercado publicitário justo?
Daniel: Honestamente, não. É a lei do capitalismo que determina o sucesso, a sobrevivência ou o fracasso das empresas e das agências de publicidade. Uma companhia, comercial ou industrial, que prega a idoneidade pode ser vítima de concorrência desleal. O nível de qualificação de profissionais da área raramente é reconhecido na mesma proporção. Os critérios de avaliação são questionáveis.

Coisas: Que mensagem você deixaria para os jovens que hoje estão entrando em uma universidade e que posteriormente estarão nesse mercado?
Daniel: Primeiro: tentar realizar trabalhos de alto nível profissional ainda em curso acadêmico. Segundo: ser humilde para ouvir os mais experientes. Terceiro: descobrir o que as agências estão realmente procurando. Quarto: ter fé.

Coisas: Você dá palestras sobre o assunto? Gostaria de deixar um contato para que as pessoas entrassem em contato com você?

Daniel: Sim. Se houver interesse, meu e-mail: danielpimenta1@yahoo.com.br

--------------------------------
Obrigada Daniel pela disponibilidade, pelas palavras e pelo conhecimento que você se propôs a nos dar. As melhores pessoas são aquelas que dividem o que sabem e você é uma dessas pessoas. O Coisas de Karol só tem a agradecer. Obrigado, obrigado, obrigado!

O livro do Daniel está nas principais livrarias do país e qualquer pessoa pode adquirí-lo. Segue abaixo o release para aqueles interessados em uma boa leitura:

Daniel Pimenta reuniu o conhecimento de anos de experiência como professor em cursos de Publicidade, além de informações valiosas de pesquisa realizada com 23 agências, para compor Como ingressar no mercado publicitário: para estudantes e interessados em trabalhar em agências de propaganda. Lançado pela Difusão Editora em coedição com a Editora Senac Rio, a obra tem 192 páginas e preço sugerido de R$ 39,90, e é um verdadeiro manual para estudantes e interessados nesse mercado, que traz até mesmo dicas de como ter sucesso em uma entrevista de emprego na área.
Para o autor, “seguindo as orientações do livro, o candidato sai na frente dos outros e reduz a concorrência, facilitando a sua entrada na agência, pois a obra aborda o que a faculdade, às vezes, não ensinou, mas pode ser decisivo para obter o emprego”.
Histórias de vencedores, informações sobre o funcionamento de cada departamento de uma agência, dicas sobre softwares e computação gráfica e como se comportar em uma entrevista e como organizar um portfólio inteligente estão entre alguns dos pontos em destaque na obra.
O livro aborda ainda os erros mais comuns na elaboração de um currículo e como os evitar, traz informações sobre qualificação profissional, conceitos técnicos, dicas de língua portuguesa, orientações sobre marketing pessoal, além de explicações sobre mercado-alvo, embalagem, PDV, concorrência, preço e outros temas que fazem parte do universo publicitário.

--------------------------------
O Coisas de Karol com K está com layout novo, conteúdo novo e muita "novidade nova". Curta a fan page, siga e fique por dentro do que há de melhor em arte, cultura, criatividade e muita inspiração.

Beijo e até mais!